top of page

SEGUIR TENDÊNCIAS DE REDES SOCIAIS PODE CAUSAR PREJUÍZOS À MARCA



PRESIDENTE LULA VIRA MEME, EM SUA EMPREITADA POR POPULARIDADE DIGITAL



O marketing passou por várias gerações, até chegar na versão 5.0 e de lá para cá vimos muitas tendências surgirem e sumirem. Agora vivemos a era dos influenciadores, onde ser legal e interessante é a única premissa para se tornar um rosto de alguma campanha ou ação de marketing.


O Presidente Lula está passando por um processo de inclusão digital e muito disso foi impulsionado pela indiscutível influência de Jair Bolsonaro nas mídias sociais. Antes das eleições podemos dizer que Lula ainda estava na versão 2.0 do Marketing e por isso foi massacrado pelas estratégias desenvolvidas por profissionais de marketing do time de Bolsonaro, que já ocupava todos os canais sociais de forma ostensiva.


O processo de inclusão digital é um grande desafio e por isso carece de muito planejamento. Compreender bem o objetivo e direção da marca é fundamental, para não cometer deslizes ou excessos, enquanto tenta seguir tendências ditadas pelas redes sociais. O time de marketing de Lula está numa empreitada dedicada para aumentar a popularidade do presidente, que vem caindo em virtude de seus posicionamentos a cerca de temas sensíveis da geopolítica.


É preciso ter cuidado e fazer planejamentos realistas para as ações de publicidade e marketing, porque a internet é implacável e nunca esquece. Um planejamento de marketing ideal é aquele que não é exagerado e nem indiferente.


A lição que fica é: Quem tem boca e fala o que quer, pode atrair o que não quer.



7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Σχόλια


bottom of page